Auditoria governamental ganhará normas no Brasil

 

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) assinaram, na semana passada, um novo Termo de Cooperação Técnica com foco na elaboração das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas à Auditoria Governamental, convergidas ao padrão internacional emitido pela Organização Internacional de Entidades Fiscalizadoras Superiores (Intosai, sigla em inglês).

A parceria foi firmada durante o lançamento do Abraçando o Controle Social em João Pessoa, na Paraíba, na sede do Tribunal de Contas do Estado, entre o presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda e o presidente da Atricon, Fábio Nogueira. “Trata-se de um importante passo dado por essas duas entidades (CFC e Atricon), para a melhoria da transparência da gestão pública, nos três níveis de governo”, afirmou Zulmir Breda.

De acordo com o documento, a cooperação consistirá, entre outras formas, no apoio às ações que visem ao desenvolvimento da Auditoria Governamental no Brasil, conciliando as diretrizes do CFC com as ações de aprimoramento dos técnicos e membros dos Tribunais de Contas.

Outra medida será o intercâmbio de informações, métodos e técnicas que visem ao aperfeiçoamento dos sistemas de controle e fiscalização.

Publicações relacionadas